Imperdível

Dona de uma cultura e gastronomia únicas, a capital mineira tem atrações para todos os gostos, bolsos e paladares. Abaixo, dicas de atrações imperdíveis:


Mercado Central

Com mais de 400 lojas, é uma das atrações mais visitadas de Belo Horizonte, tanto por turistas como pelos próprios belo-horizontinos. Diariamente passam por lá mais de 30 mil pessoas que percorrem os corredores temáticos como o dos queijos, doces, artesanatos, ervas e a do abacaxi.  Alguns fatos que mostram porque esse mercado é tão especial:

  • Por semana, são vendidas mais de 300 toneladas de queijo;
  • Uma única loja tem mais de 400 rótulos de cachaça;
  • O Mercado é considerado um dos três melhores do mundo, ao lado do Mercat de la Boqueria, de Barcelona, e o Borough Market, localizado em Londres.

Endereço: Avenida Augusto de Lima, 744, Centro. Tel.: (31) 3274-9434

Horário: segunda a sábado, das 7h às 18h, dom. e feriados, das 7h às 13h

Entrada: gratuita

Visitas guiadas: http://mercadocentral.com.br/visita-guiada/

Mercado Central | Foto: Tamires Martins

 

Conjunto Moderno da Pampulha

O Conjunto Moderno da Pampulha, reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade na Categoria Paisagem Cultural, foi construído a pedido do então prefeito Juscelino Kubitschek. É uma obra-prima que leva a assinatura de Niemeyer e de outros nomes de destaque, como o paisagista Roberto Burle Marx, o pintor Cândido Portinari e os escultores Alfredo Ceschiatti, Zamoiski e José Pedrosa.

Seus principais monumentos — o Iate Clube (1944), o Cassino – atualmente Museu de Arte da Pampulha (1943), a Casa do Baile (1943), a Casa Kubitschek (1943) e a Igreja São Francisco de Assis (1945) — integram-se a uma paisagem exuberante e adotada pelos belo-horizontinos como um complexo de lazer e bem-estar.

O conjunto foi construído entre 1942 e 1944 e ganhou, ao longo dos anos, a companhia de outros atrativos que compõem uma imensa estrutura de lazer, como o estádio Mineirão, o ginásio Mineirinho, o Zoológico de Belo Horizonte, diversas novas regiões gastronômicas e tradicionais restaurantes com clima de fazenda e deliciosas receitas típicas mineiras.

Para saber mais, acesse belohorizonte.mg.gov.br

 

Museu de Arte da Pampulha | Foto: Ricardo Laf

 

Igreja São Francisco de Assis | Foto: Tamires Martins

 

 

Circuito Liberdade

O maior complexo cultural do Brasil está em Belo Horizonte. O Circuito Liberdade reúne museus e espaços culturais em uma área de enorme valor simbólico e histórico. Visitado por milhões de pessoas desde sua criação, é composto por 17 instituições, entre museus, centros de cultura e de formação, que mapeiam diferentes aspectos do universo cultural e artístico.

Antigos prédios públicos foram transformados em espaços interativos que espelham a diversidade: acervos históricos, artísticos e temáticos; centros culturais; biblioteca e espaços para oficinas, cursos e ateliês abertos; além de planetário, cafeterias, restaurantes e lojas.

As possibilidades de roteiro aqui incluem mostras nacionais e internacionais itinerantes, extensa programação infantil, oficinas de tecnologia para pessoas com mais de 60 anos e também exposições permanentes, como o painel Civilização Mineira —  o maior de Candido Portinari em Minas Gerais e acervos inigualáveis de arte popular.

Aproveite a visita ao Circuito para desfrutar, sem pressa, da região da Praça da Liberdade, um dos principais pontos de encontro e lazer da capital mineira.

Para saber horários de funcionamento de cada espaço, acesse o site oficial do Circuito Liberdade.

Foto Click Estúdio Profissional

 

Mirantes

Belo Horizonte, como o próprio nome diz, é conhecida por suas vistas espetaculares. A cidade tem edifícios que oferecem pontos de vista únicos, especialmente no Centro, mas é muito privilegiada: está repleta de mirantes naturais, instalados em parques e serras localizados em seu seus arredores.

Além de estruturas seguras e confortáveis integradas a áreas de preservação, é possível curtir novos belos horizontes, a exemplo da Rua Sapucaí, de onde se avistam pinturas gigantes instaladas nas empenas (fachadas cegas) de prédios que formam uma galeria de arte a céu aberto. Destacamos alguns mirantes imperdíveis para você ver Belo Horizonte por um outro ângulo:

 

Mirante do Mangabeiras

O Mirante do Mangabeiras é um convite para ficar horas admirando a vista de um dos pontos mais altos da capital, a mais de mil metros de altitude. Com decks de madeira instalados para ampliar a experiência, o local fica bem próximo ao Parque das Mangabeiras. Em dezembro de 2018, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio de Belotur, instalou três lunetas para observação terrestre.

No Mirante você também encontra a Tirolesa BH, maior tirolesa de Minas Gerais em extensão, com 800 metros. Sua velocidade pode atingir até 100 km/h e é uma oportunidade para apreciar a linda vista panorâmica da cidade de uma forma diferente.
O trajeto começa no Mirante do Mangabeiras e termina na Praça de Esportes do Parque das Mangabeiras, – a maior reserva ambiental da capital mineira e um dos mais extensos parques urbanos da América Latina.

Endereço: R. Pedro José Pardo, 1000 – Mangabeiras

Telefone: Central de Segurança 3277-8275 / Diretoria do Parque das Mangabeiras 3277-5240

Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9h às 20h (entrada permitida até 19h30) podendo, excepcionalmente, sofrer alterações a critério da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZB)

Mais informações sobre a Tirolesa, acesse o site oficial.

Acesso gratuito

 

Mirante do Mangabeiras | Foto: Celso Santa Rosa

 

Praça do Papa

O nome ‘Praça do Papa’ consagrou-se após a visita à cidade feita pelo Pontífice João Paulo II, em 1980, quando afirmou: “Vocês podem olhar as montanhas atrás e dizer belo horizonte. Vocês podem olhar a cidade à frente e dizer belo horizonte. Mas, sobretudo, quando se olhar para vocês, se deve dizer: Que Belo Horizonte!”.

O evento foi tão inesquecível que o local foi reurbanizado e recebeu a escultura Monumento à Paz, do artista plástico Ricardo Carvão. De lá, você tem uma bela vista da cidade e pode ver toda a extensão da Avenida Afonso Pena.

Endereço: Av. Agulhas Negras, s/n – Mangabeiras

Acesso gratuito

Praça do Papa | Foto: Acervo Embratur

 

Mirante Rua Sapucaí

Aqui há menos áreas verdes e a paisagem está mais próxima do observador, mas nem por isso o local é menos interessante. A mureta da Rua Sapucaí desenvolveu-se como ponto turístico de Belo Horizonte devido a uma combinação de fatores: intervenções artísticas e culturais, restaurantes e bares e a redescoberta de um ângulo único para se admirar o centro da cidade. Em dezembro de 2018, a via recebeu duas lunetas, que permitem um “zoom” na arquitetura e no skyline em constante transformação.

Endereço: Rua Sapucaí – Bairro Floresta

Funcionamento: 24h

Acesso gratuito

Rua Sapucaí | Foto Audrey Saenen